segunda-feira, 28 de março de 2011

CORDEL DA SEMANA

Título: Cordel Radioativo
Autor: Gustavo Dourado


Átomos em explosão:
O mau uso do urânio...
Radiação cancerígena:

Advinda do plutônio...
Tanta bestialidade:
Deixa todo mundo insônio...

Detonaram a alma de Gaia:
Com o explosivo do inferno...
O câncer da amargura:
Em um nuclear inverno...
Peço às forças do Cosmos:

Dai-nos luz do infineterno...

Armas da estupidez:
A fome se multiplica...
A miséria só aumenta:
A ignorância petrifica...
Um mundo mal-educado:
Como é que nos explica?!

Terremoto/Maremoto:

A tsunami fatal...
A natureza está viva:
Desperte humanimal...
Preserve o meio ambiente:
Não destrua o seu quintal...

Fukushima...Chernobyl:
Prenúncio do Apocalipse...
Convulsão radioativa:
No veneno da elipse...

Mundo em metamorfose:
O Planeta em eclipse...

Os sete ventos da ira:
Natureza desvairada...
Brilham os raios da morte:
Na explosão ensolarada...
As estrelas se escondem:
Na via desmadrugada...


Parem de acumulações:
Ter, poder e lucrar...
Conjuguem o verbo ser:
Viver, sorrir e amar...
A natureza nada cobra:
Mas sabe bem reclamar...

Terremoto vai e vem:
A terra viva está...
O Planeta se sacode:

Lá, aqui e acolá...
A humanidade sofre:
Sem saber o que será?!...

Átomos armam o medo:
Energia nuclear...
O perigo é constante:
Apocalipse no ar...
Isótopos, radioatividade:
Ninguém sabe mais amar...


Indústria bem poluente:
O consumismo fatal...
Tecnologia caótica:
Automatismo letal...
Excesso de automóveis:
Tsunami cultural...

Produzem os assassinos:
Com a política bestial...
Uma educação nefasta:

Para o sistema do mal...
Promovem o crime na tv:
Manchete no telejornal...

Lucro para os tubarões:
Trabalhador na esmola...
O governo doa aos ricos:
Dá ao povo, pobre escola...
Os jovens no desemprego:

Fumam crack, cheiram cola...

Aumento para político:
Deputado e senador...
Ministro, juiz, prefeito:
Secretário, vereador...
Para o povo só arrocho:
Imposto, calote e dor...

Simulação, simulacro:

O culto à falsidade...
A mentira está no auge:
Em toda a sociedade...
Precisamos de um choque:
De amor, paz e verdade...

Priorizem a Educação:
Preservem seu orçamento...
Livro, arte e cultura:

Elevam o pensamento...
Sabedoria, paz, amor:
Bem melhor que armamento...

É o caos, devastação:
O terror da humanidade...
O homem destrói Natura:
Gera a calamidade...
Armas de todo tipo:
Civitas da insanidade...


A Terra treme, sacode:
Armagedon crucial...
Hecatombe planetária:
Cataclisma mundial...
A Natureza cobra o preço:
Do destruidor hominal...

Radioatividade contâmina:
Carcome o gen da matéria...

Energia teleletrônica:
Psinergia deletéria...
Suga sangre do robhome:
E dá um nó na artéria...

Estraçalha a medula:
Desossifica a quimera...
Silencia o pensamento:
Detona a atmosfera...
A alquímica atormenta:

Mortifica a bioesfera...

Reatores que derretam:
Ecos do Juízo Final...
Robobs em automóveis:
Pobre homem maquinal...
Perdido em seu percurso:
Pelo espaço virtual...

Germes , micróbios, bactérias:

Os vírus do assassínio...
Células são dilaceradas:
Nas câmaras do morticínio...
Os escravos pós-modernos:
Suicidas em extermínio...

Terrorismo de Estado:
Alien multinacional...
O cérebro é monitorado:

Pela mídia canibal...
Antropófaga do ser:
Via escaner digital...

Nuclearmas explosivas:
Implodem o transumano...
Hiroshima - Nagasaki:
Bombardeio inumano...
Abalo sísmico na alma:
Por um ato desumano...


O desastre é provocado:
Catacombe planetária...
Corrupção desenfreada:
A insanidade diária...
Dinheiro-carro-metal:
Trava a veia libertária...

Especulação imobiliária:
Urbis...Autoimobilismo...

Poluição industrial:
Larva do automatismo...
Cimento, plástico, veneno:
Química do kapitalismo...

Exploração irracional:
De matéria e energia...
Consumismo excessivo:
Suicida pedagonia...
Educastração equívoca:

Do lucro e da mais valia...

Césio, bório, éter, polônio:
Gluons, quarks, tungstênio...
Deltas, sigmas, neutrinos:
Posítrons, gamas e selênio...
Os elementais do tempo:
Além do molibidênio...

Amar verbo infinito:

Que transcende a razão...
Sexo, sonho, fantasia:
O efêmero da paixão...
O Amor se eterniza:
Corpo, mente, coração...

A dor de ser sentimento:
O desejo de se amar...
Pensar em ontologia:
No sonho filosofar...

Buscar a eternidade:
Num galope a beira mar...

Um comentário:

Perla Braga disse...

Meu querido amigo Poeta Gustavo, adorei o seu cordel Radioativo!
Maravilhoso quando você fala que detonaram a alma de Gaia, e de toda a nossa preocupação com a fome, miséria e a ignorância.Para mim você é essa LUZ do infineterno!!
É bom termos você alertando os nossos corações dessa radiação cancerígena e das possibilidades de um mundo melhor!!Amargedon você é um ser Iluminado sempre, bjo

CANTORIA: OS NONATOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...